sábado, 7 de fevereiro de 2009

RECORDANDO

SANTA MARIA

A 2 de Fevereiro, o calendário litúrgico menciona ser o de Santa Maria.
Sempre, o dia me traz recordações, que permanecerão por toda a vida.
A primeira, senão a principal, é ser o dia de anos do pai, no tempo em que este era a figura principal da família, no caso uma numerosa família, mas quando o pai falava toda a gente o escutava e sempre assim foi.
Falecido este, bastante novo a ideia da autoridade estava implantada, os filhos nem todos, tinham constituído família.
Sendo eu o mais velho, no caso da existência de alguns bens, que a mãe pensou em dividir por inteiro, anunciou nada fazer sem o meu parecer, visto ser o mais velho, por conseguinte, representava o pai.
Tudo obedeceu e tudo correu como a mãe previra, como aconteceria se fosse o casal a resolver. Aliás a mãe dizia que me atribuía o estatuto de cabeça de casal, por ser o mais velho. Aqui para nós, também terei sido sempre o preferido.
Ao contrário do pai e porque não dizê-lo? De toda a família paterna!
Fui, por temperamento, indiferente!
Depois lembro-me, de ainda em garoto, a mãe boa cozinheira, para festejar ter feito um arroz de bacalhau, que apresentou à ceia (jantar). Pareceu-me ter ficado tão, tão saboroso, a ponto de jamais me ter esquecido, porque nunca mais comi tamanha iguaria do género.
Depois outra questão, tendo o pai o nome de José, não terá a ver com o ter nascido no dia de Santa Maria?
Havia um certo uso, de aplicar nomes aos filhos, dos santos do seu dia de nascimento e o pai teve dois tios eclesiásticos!
Recordo-me, ser o dia da festa de S. Bartolomeu hoje, com o acréscimo dos Galegos, conforme sinal de Direcção à saída da Lourinhã, concelho a que pertence.
S. Bartolomeu, festejava a sua padroeira. À festa profana lá fui duas vezes ao baile, também motivado por um amigo natural da freguesia, que deixei de ver e já não me ocorre o nome. Lembro-me de ser irmão de um rapaz a quem tinha falecido a namorada (namorada à maneira do tempo, entenda-se).
Era boa gente, Só podia, para o considerar amigo. Encontrávamo-nos quase todos os Domingos, nos variados bailes, que ia havendo por todas as aldeias, como no Toxofal frequentes e outros dispersos, normalmente por todo o concelho de Lourinhâ.
A frase de cumprimentos, invariavelmente era seguinte:
- "Pá… és como o arroz doce, vais a todas!"
Termino com aquele ditado, que era ao mesmo tempo uma espécie de prevenção:
- “Um dia… é dia de Santa Maria.”

Daniel Costa

2 comentários:

LUZIMAR disse...

OLÁ.•*´¨`*•.¸¸.•*´¨`*•.¸¸.•*´¨`*•.¸¸.•*´¨`*•.¸¸ .•*´¨`*•.¸¸.•
::: (\\_(\\ ...*...*...*...*...*...*...*...*...*...*...*...*...*...*...*...*..*
*: (=“ :“) : ¤... Estou passando aqui para agradecer a sua ¤...¤...
•.. ((““)(““) ¤...Amizade e te desejar uma fds IluminadO e AbençoadO ! Bjsss Iluminados em seu Coraçao. ¤...¤..Luzimar
*...*...*...*...*...*...*...*...*...*...*..*...*...*...*...*...*...*.
..*...*
¸.•*´¨`*•.¸¸.•*´¨`*•.¸¸.•*´¨`*•.¸¸.•*´¨`*•.¸¸.•*´¨`*•.¸¸.•
`*•..,¸@@•*´¨`*•,@@¸.•*´¨`*•@@¸.•*´¨`*•.¸@@¸.•*´
*♥* ' ' ' ' ' "Ser feliz não é ter uma vida perfeita, ' ' ' ' ' '♥*♥
♥*♥ ' ' Ser feliz é reconhecer que vale a pena viver, ' ' *♥*
*♥* ' ' ' ' 'apesar de todos os desafios e perdas... ' ' ' '♥*♥
♥*♥ ' ' Ser feliz é deixar de ser vítima dos problemas ' *♥*
*♥* ' ' ' ' ' e se tornar autor da própria história... ' ' ' ' ' ♥*♥
♥*♥ Ser feliz é uma conquista e não obstáculo

| | | Beijinh☺s carinh☺s☺s n☺ c☺raçã☺

poetaeusou . . . disse...

*
daniel
,
aqui no dia 3 de fevereiro,
comemora-se o S. Bras,
há um ditado que nesse
dia repete-se, aconteceu
na passada semana . . .
.
de onde vens
e para onde vais
venho de Santa Maria
e vou para o S. Brás,
,
abraço,
,
*