domingo, 26 de julho de 2009

Mundo e Vida





BEATLOMANIA

Inveterado espírito coleccionista, colaborei em todos os números da revista COLECCIONANDO. No número 1, da segunda série de Novembro de 1985 escrevi o seguinte:

Neste espaço que me foi reservado, desde o número ZERO da anterior série, deambulei por várias áreas susceptíveis de adopção, como motivações de coleccionismo.
Facto, que se deveu à nula afluência de consulentes. De facto o CONSULTÓRIO nunca deixou de estar às moscas, porque ninguém o frequentou.
Não me sinto frustrado, não obstante pensar que uma boa questão, desde que publicitada, sempre pode aproveitar a muita gente, inclusive a que cabe a responsabilidade de esclarecer.
Tratar um assunto será sempre assegurar experiência.
Regresso com a mesma vontade anterior.
Neste número, falo-vos de BEATLOMANIA, a palavra inventada para designar coleccionadores de tudo, quanto se relacione com os famosos rapazes doa minha geração, que oriundos de Liverpool, abanavam todas as convenções societárias, dos não muito longínquos anos sessenta, fazendo música, em grupo sob a designação de BEATLES.
A princípio olhados como seres humanos extravagantes, os quatro rapazes depressa se impuseram à juventude, sempre ávida de evolução.
Depressa apareceram os postais, os cartazes, os brindes, todas as imagens de promoção, etc.
Depressa apareceram os coleccionadores de todas essas formas de falar do BEATLES, que fixaram a sua imagem mais do que, a alguém até então.
A fama dos rapazes, as suas gravações musicais e cinematográficas, o seu modo de actuar e estar, tornou-se como que mitológica.
Aqui e agora não será fácil encontrar elementos suficientes, para constituir uma colecção de peças de acordo com toda a grandeza dos BEATLES.
Talvez valha a pena tentar, visto que sempre se pode encontrar aqui e ali algo interessante.
No entanto a sugestão pode servir para casos de popularidade actual.
Deixo duas fotos, de uma série de quarenta, que serviram de brindes de pastilhas elásticas, por volta de 1964.
Repare-se nos cabelos dos rapazes:
- Eram tão compridos para a época, de que resultava escândalo e valeram aos BEATLES o apodo de guedelhudos.
Eram, mesmo, cabelos compridos?

Daniel Costa

4 comentários:

Dulce disse...

O que mais me encanta no que os rapazes de Liverpool legaram ao mundo é a perpetualidade de sua obra. Idolos de meus filhos desde a adolescência, ídolos de meus netos, e por ai vai...
É inegável a mudança que causaram no mundo com sua música, suas roupas,seu jeito de ser, seus cabelos... sim, eram compridos para a época... rs...
E assim tonaram-se "eternos"

EternaApaixonada disse...

Eternamente vivos em nossos coracoes!
Que bom te ler Daniel!
Saudades do amigo querido! Desculpe-me a ausencia, retornarei sempre que possivel...
Bom final de domingo e uma semana linda, como o coracao do amigo!
Beijos

Poemas disse...

Blog legal ^^
Gosteii muito =DD~~

Poemas disse...

Obrigada por passar no meu blog =DD~~



Seu blog é muito linduxo!!

Beijinhus