terça-feira, 22 de junho de 2010

MUNDO E VIDA

“HEI-DE ESMAGÁ-LOS COM O MEU OPTIMISMO”

Há anos vi ma Televisão um filme, não sou capaz de recordar o nome. O que nunca esqueci foi a frase, em título, porque eu próprio, sou inveterado cultor do optimismo.
Efectivamente, a palavra “esmagá-los” configuraria um é exagero, caso não de inserisse no humor de que António Silva foi mestre.
Porém, o optimismo é um forte antídoto contra alguém maldoso por natureza,
Porém é de ter em conta, que um optimista só o poderá ser tendo a capacidade suficiente para conhecer o mundo que o rodeia e aperceber-se das várias manobras para o destruir. O mesmo causa confusão em muitos espíritos.
Esses gostam mais de destruir de que tentar aprender a construir, dai que pensem que alguém que actue sob o signo do optimismo é alguém cheio de bens materiais.
Podem pensar erroneamente, mas para construir é preciso ser optimista e ter fé si, em primeiro lugar, mesmo usando bens materiais.
António Maria da Silva, de seu nome completo, a meu ver, terá sido, um dos maiores e mais talentosos artistas cinematográficos do país.

O espírito de humor que alardeou em filmes, como “O GRANDE ELIAS”, “O LEÃO DA ESTRELA” ou “O COSTA DO CASTELO”, para não falar em muitos outros, em que fez personagens de evidente humor optimista, são o paradigma do que deixo escrito.
António Silva faleceu com 84 anos, em 3 de Março de 1971, em Lisboa.

Daniel Costa

1 comentário:

lita duarte disse...

Falou e disse, Daniel.
Fé, otimismo = entusiasmo.:):)
Maravilha!

Beijos.